4 dimensões da inteligência

17.07.2018

 

Tenho conhecido, conversado e aprendido bastante com grupos de  empreendedores.

Alguns estão na fase inicial de construção de seu plano de negócios, outros com mais tempo de caminhada e, alguns que estão trabalhando na re(organização) de seus processos de gestão.

 

Na semana passada, após um evento que realizei, estava conversando com algumas pessoas e, um delas me perguntou se os empreendedores mais inteligentes, tinham mais sucesso em seus negócios.

 

Disse a ele e ao grupo,  que primeiramente, precisaríamos refletir sobre o que é ter sucesso?

 

Mas, como o ponto focal era sobre a questão da inteligência, me permiti compartilhar com eles o que penso sobre o assunto.

 

Disse a eles que, percebo que, muitas pessoas enxergam apenas um tipo de inteligência. Aquela que é consagrada através do teste de QI.

 

Mas, venho aprendendo que a inteligência pode se apresentar em diversas dimensões a saber:

 

  • dimensão intelectual -  facilidade com números, capacidade de analisar tendências, habilidade de organizar, simplificar e priorizar possibilitam uma visão analítica. Esta dimensão nos auxilia a ter um processo de tomada de decisão mais objetivo e baseado em fatos e dados;

  • dimensão prática - é aquela que desenvolvemos com as experiências e observações  do dia-a-dia. Exercitar a reflexão sobre as lições aprendidas, sejam de sucesso ou fracasso, ajudam bastante no desenvolvimento desta dimensão. Esta dimensão nos auxilia a solucionar questões de ordem prática que temos em nossas vidas (pessoais e profissionais);

  • dimensão interpessoal - a habilidade de se relacionar com as pessoas (clientes, equipe, acionistas e  vizinhos é essencial. Atrair, selecionar e reter talentos em sua equipe, saber  ouvir, cultivar relacionamentos (network) e engajar pessoas faz toda a diferença. Esta dimensão é essencial para nossa jornada pessoal e profissional, pois o relacionamento interpessoal é fundamental para nossa jornada;

  • dimensão criativa - aqui tratamos das habilidades de pensar fora da caixa, ou seja, lançar mão de padrões ainda não usados e até mesmo desenvolver outros padrões. É uma fonte inspiradora, uma semente para uma ideia nova. As pessoas que usam muito esta dimensão são consideradas visionárias. Esta dimensão é aquela que possibilitará nos diferenciar do senso comum.

Mas, antes mesmo que eu conseguisse respirar, o grupo disparou uma outra pergunta:  Qual destas dimensões é a mais importante?

 

Entendo que o ideal é, conseguimos aprender e  usar estas diversas dimensões, de acordo com a situação em que nós e nosso negócio se encontra.

 

O somatório das dimensões intelectual + prática + interpessoal + criativa  possibilitará desenvolver a inteligência e, isto  poderá gerar um excelente resultado para o empreendedor e para seu negócio.

 

Conclui a conversa, destacando que, o importante e também desafiador é: entender como podemos desenvolver / aprimorar estas dimensões.  Mas este é um assunto para uma outra conversa !! 

 

 

#CaféComLogistica160 - #HRMLogistica - #Inteligênciaempreendedora

 

 

Hélio Meirim é CEO da HRM Logística Consultoria & Treinamento, tendo atuado, por mais de 20 anos, no Brasil e no exterior, em cargos executivos de empresas nacionais e multinacionais nos segmentos de Operadores Logísticos, Transportadores, Varejo, E-Commerce, Indústria Farmacêutica, Alimentícia, Siderúrgica, Química e Agrobusiness. Mestre em Administrador é fundador do Clube da Supply Chain, Coordena a comissão de logística do Conselho Regional de Administração – RJ, é professor, escritor e palestrante.

 

 

 

Please reload

Últimos posts
Please reload

© 2018 by JS+