Plano Nacional de Logística - PNL



O Plano Nacional de Logística - PNL tem como principal objetivo, com base no diagnóstico da infraestrutura de transportes, propor soluções capazes de incentivar a redução dos custos, incrementar o nível de serviço para os usuários, melhorar o equilíbrio da matriz, aumentar a eficiência dos modos utilizados para a movimentação das cargas e diminuir a emissão de poluentes.


Este Plano é dinâmico, abrangente e contempla a movimentação das cargas que circulam por todo o país, considerando os modos rodoviário, ferroviário, dutoviário, aquaviário (hidrovias e cabotagem), permitindo analisar as projeções de demanda e sua distribuição na infraestrutura de transportes existente e futura.


É uma importante fonte de informação e, cada um de nós, pode conhecer e contribuir com o PNL.


Uma das considerações interessantes, que consta na apresentação do PNL, refere-se as possíveis mudanças no perfil dos modais de carga.


Vejam o quadro abaixo (p.81 da apresentação do PNL)



Como podemos perceber, existe uma tendência (ainda tímida) de desconcentração do modal rodoviário que aos poucos passa a migrar para outros modais (ferroviário e cabotagem).


Quanto as contribuições ao PNL, elas podem ser realizadas através da consulta Pública que está aberta durante o período de 21/03 a 20/04.


Segundo o site da EPL, o objetivo desta consulta pública é dar transparência e possibilitar o aprimoramento do PNL, por meio da contribuição de agentes que atuam no setor público e privado, nos diversos segmentos da sociedade brasileira.

Informações sobre o PNL e, sobre a consulta pública, podem ser obtidas em http://www.epl.gov.br/consulta-publica-n-1-2018



Últimos posts

© 2018 by JS+