Picking e Packing podem ser diferenciais de uma operação logística

12.12.2017

Em nossa série de posts sobre intralogística, já tivemos a oportunidade de compartilhar algumas ideias sobre a importância da intralogística e, destacamos as questões relacionadas aos processos de recebimento, conferência e entrada no estoque e armazenagem.

 

Neste post vamos trazer algumas informações sobre  as atividades de Picking (separação) e Packing (embalagem)

 

 

Separação (Picking)

 

O processo de separação dos produtos adquiridos pelo cliente é um processo essencial, pois fatores como tempo gasto na realização da separação, bem como a assertividade e a qualidade do que foi separado versus o que foi solicitado pelo cliente são fatores determinantes para a qualidade do serviço e também para o custo não só deste processo, mas para os processos seguintes.

 

Atualmente temos observado um crescente aumento na automação nos processos de separação, com equipamentos que além de ágeis, possuem um nível de assertividade extraordinário.

 

Mas, não podemos nos esquecer que ao desenvolver o projeto de implementação de processos automatizados, devemos estar atentos ao escopo, custo e retorno do investimento. Operações com grande volume de itens fracionados variados, demandam processos mais automatizados.

 

Embalagem (Packing)

 

Este é um processo que ocorre em operações logísticas de itens fracionados, que necessitam da preparação de uma embalagem antes do processo de expedição. Esta embalagem objetiva a unitização do pedido, a preservação da qualidade dos mesmos e, em alguns casos, por uma questão de segurança, descaracterizando a embalagem original do produto para evitar desvios e furtos.

 

O uso de equipamentos automatizados também vem crescendo neste processo, sendo que o ideal é, trabalhando colaborativamente junto com o fornecedor, para que seja possível fazer uso da embalagem original do fornecedor em todo o processo logísticos (desde o recebimento até a entrega ao cliente).

 

 

No quadro a seguir, podemos ver os processos que fazem parte da intralogística e que, estaremos explicando nos próximos posts.

 

Este artigo fez parte da matéria publicada na Revista Logweb de Outubro de 2017

 

 

Hélio Meirim é CEO da HRM Logística consultora & treinamento, tendo atuado, por mais de 20 anos, no Brasil e no exterior, em cargos executivos de empresas nacionais e multinacionais nos segmentos de Operadores Logísticos, Transportadores, Varejo, E-Commerce, Indústria Farmacêutica, Alimentícia, Siderúrgica, Química e Agrobusiness. Coordena a comissão de logística do Conselho Regional de Administração – RJ, é professor, escritor e palestrante.

 

 

 

 

Please reload

Últimos posts

November 1, 2019

Please reload

© 2018 by JS+